Especialista em implante dentário faz alerta contra materiais piratas

Implantes estão em alta no mundo, mas no Brasil faltam meios para regular o trabalho dos dentistas 

Convidado para participar do programa Cartão de Visita, Mário Perussi esteve nesta terça-feira (27) na Record TV acompanhado pela Diretoria Nacional Institucional. O cirurgião buco-maxilo esclareceu diversas dúvidas relacionadas à saúde bucal em entrevista com a apresentadora Débora Santilli.

Precursor da implantodontia no Brasil, Mário Perussi, falou sobre os benefícios dessa especialidade, que além de restaurar com perfeição a função mastigatória e digestiva auxilia na autoestima do paciente.

O setor de implantes dentários encontra-se em ascensão no mundo. Segundo dados apresentados no Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo (CIOSP-2018), a expectativa de crescimento do setor no mundo passa de US$ 3,2 bilhões em 2010 a US$ 15,9 bilhões em 2025. No Brasil, são realizados cerca de 800 mil implantes por ano.

Por outro lado, a falta de instrumentos regulatórios é grave. Perussi afirma que cerca de 40% dos implantes encontrados hoje no mercado são “piratas”, ou seja, não estão registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“O primeiro passo é que as pessoas perguntem aos cirurgiões-dentistas se esse material está cadastrado na ANVISA. É um direito do paciente ter uma etiqueta com o lote do implante e com isso ele vai ter o registro e a rastreabilidade do material”, declara o especialista.

Perussi alerta para a importância de procurar bons profissionais em cada especialidade e também da prevenção. Segundo ele, a falta de informação de qualidade e orientação correta são os maiores responsáveis pelos índices alarmantes de saúde bucal. O Brasil é hoje o terceiro país com maior número de casos de câncer bucal e o problema de cárie em crianças segue crônico em diversos estados.

Fonte: R7 - Todos os direitos reservados - 2009-2018 Rádio e Televisão Record S.A 

Link: https://noticias.r7.com/especialista-em-implante-dentario-faz-alerta-contra-materiais-piratas-28032018